Homem é engolido vivo por cobra em programa de televisão

Para realizar a ação, o cineasta usou uma roupa especial e uma corda presa na cintura para ser puxado quando estivesse na barriga do animal.
O cineasta e explorador americano Paul Rosolie  participou de um experimento que assustaria muitas pessoas: ser engolido vivo por uma cobra gigante originária da América do Sul, conhecida como Anaconda.
A ação foi realizada para o especial "Eaten Alive (Comido Vivo)", gravado na Amazônia, do canal Discovery, que será transmitido em dezembro nos Estados Unidos e em fevereiro no Brasil.
Para realizar o experimento, o explorador vestiu uma roupa especial "à prova de serpentes", que cobre todo o seu corpo. Uma corda foi presa pela a cintura de Paul para que ele fosse puxado assim que fosse engolido pelo animal. Para atrair o apetite do animal, a equipe do especial cobriu Paul com sangue de porco.
Segundo o canal, tanto o explorador quanto o animal sobreviveram. A organização não-governamental Peta (sigla em inglês para Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais) divulgou uma nota que pede ao Discovery que não exiba o Eatan Alive. De acordo com o comunicado, a ação de Rosolie com a anaconda "é letal para o bicho". "A cobra vai pagar o preço, assim como acontece com os animais que são usados para entreter", diz a nota.
 Paul Roselie já é conhecido por suas viagens à America do Sul e Índia, as quais renderam a publicação de um livro e de um curta-metragem premiado. Sobre o posicionamento do Peta sobre o especial, Paul respondeu em sua conta no Twitter que nunca faria mal a nenhum ser vivo.
Fonte: http://www.opovo.com.br
Confira um trailer do especial "Eaten Alive":
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.