Depois de fazer 'gato' na iluminação pública, prefeito é acusado de superfaturar bolacha.

O prefeito do Município de Pindoretama, na Região Metropolitana de Fortaleza  (a 42Km da Capital), Valdemar Araújo da Silva Filho (PT), está em maus lençóis. Depois da descoberta de ter ordenado uma ligação clandestina, ou “gato”,  para a iluminação pública entre dois distritos, agora é denunciado por superfaturar o preço de bolacha destinada à merenda escolar.
Um dos vereadores de Pindoretama, denunciou superfaturamento na compra de biscoitos, carnes e peixes para o fornecimento à uma escola daquela cidade.
O vereador apresenta notas fiscais, provando que a prefeitura comprou pacotes de bolacha de 400g pelo valor unitário de R$10,77, já no comércio essa mesma bolacha é vendida pelo valor de R$2,90. A empresa envolvida é a R. de Lima Rocha.
Outra empresa contratada é a LC Maia Júnior Comercial. Ela vendeu a mesma bolacha no valor de R$4,50. A LC de Maia também foi denunciada por fornecer carne de gado no valor de R$30,70 o quilo, e no comércio essa mesma carne custa R$18,00, o peixe foi comprado no valor de R$30,70, mas o alimento não foi fornecido.

VEJA NO VÍDEO A DENÚNCIA FEITA NA CÂMARA SOBRE O SUPERFATURAMENTO DA BOLACHA:
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.