Mulher é presa por vender água mineral adulterada no CE.

A Polícia Civil do município de Limoeiro do Norte, localizado a cerca de 210 quilômetros de Fortaleza, descobriu um estabelecimento que vendia água mineral adulterada. A descoberta aconteceu após uma operação no último dia 16 de junho, durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão em uma residência no bairro Bom Nome.
Ao chegar no local, policiais e depararam com um depósito clandestino de água mineral. Os agentes recolheram todo o material. Segundo o delegado titular de limoeiro do, Bruno Varella, a água vendida não seria mineral e sim da torneira.
“A gente já vinha investigando um indivíduo por práticas ilícitas aqui na cidade, mas não necessariamente relacionado à água. Daí foi solicitado um mandado de busca e apreensão na residência e foi localizado esse depósito na entrada da casa”, contou em entrevista a rádio Jangadeiro FM.
Durante a vistoria policial, uma mulher foi presa e levada para a delegacia. O companheiro dela se apresentou e prestou depoimento alegando ser água para consumo da família. O líquido, de procedência duvidosa, vai passar por perícia que indicará se é imprópria para consumo humano.
Ainda segundo o delegado do município, essa prática é recorrente em outras cidades do interior cearense. Ele alerta que a população deve procurar sempre distribuidores credenciados ao fazer a aquisição. Para denunciar a venda de água mineral de procedência duvidosa ou depósitos clandestinos, basta ligar para o telefone (88) 3423-4572 ou para o 190.

Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.