Suspeitos de ataques a bancos são presos com armas e explosivos no CE.

A Polícia Civil prendeu quatro pessoas envolvidas em ataques a bancos na região do Maciço de Baturité, interior do Ceará. Após a prisão, o grupo confessou aos policiais que estava planejando explodir uma agência do Banco do Brasil na cidade de Mulungu. A prisão ocorreu na segunda-feira (20), mas as informações só foram divulgadas nesta quarta-feira (22), na sede da Delegacia de Roubos e Furtos, em Fortaleza.
Com a quadrilha os policiais civis apreenderam uma pistola 9 milímetros, um fuzil AK-47 com dois carregadores e emulsões de explosivos, que seriam utilizados para explodir o cofre da agência. Também foram apreendidos 190 gramas de cocaína, munições e três veículos.
Conforme o titular da DRF, delegado Raphael Vilarinho, três homens foram presos na entrada principal da cidade de Mulungu. Os criminosos estavam fazendo os últimos levantamentos sobre as possíveis rotas de fuga a serem utilizadas após o ataque ao banco. A polícia conseguiu chegar até eles e evitar o assalto.
Por meio de informações repassadas pelos presos, a DRF chegou até uma residência que seria o ponto de encontro para que outros suspeitos se juntassem ao grupo no ataque. No local a polícia prendeu uma mulher de 26 anos que morava na casa e também era integrante da quadrilha. No interior da residência também foram apreendidos explosivos e armas de fogo.
Segundo o delegado Raphael Vilarinho, a quadrilha já havia assaltado outras agências bancárias em cidades do Maciço de Baturité. "O grupo era responsável por ataques ocorridos na região do Maciço de Baturité. Inclusive, seriam os autores da ação criminosa ocorrida na agência do Banco do Brasil, no município de Capistrano, no último dia 15”, comentou.
Após as prisões, os criminosos foram levados para a sede da DRF, em Fortaleza, onde foram autuados por porte ilegal de armas, receptação, associação criminosa e tráfico de drogas. A polícia informou que as investigações irão continuar, no intuito de identificar e prender outros envolvidos na quadrilha.

Do G1 CE


Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.