FEIJÃO VIRA CASO DE POLICIA: Tem ladrão roubando feijão da roça em MG; fazendeiro contrata segurança 24h.

Feijão caro virou caso de polícia no sul de Minas Gerais. Com o preço do produto em alta, lavouras tornaram-se alvo de ladrões no município de São Gonçalo do Sapucaí (MG), a 340 km de Belo Horizonte.
O fazendeiro Ronan de Souza, que produz feijão carioquinha, estima que os furtos nesta safra tenham chegado a 600 quilos (dez sacas de 60 kg cada).
Ele também planta milho e batata, mas os ladrões só levaram feijão mesmo. “É por causa do valor.” O preço pago pela saca aos produtores da região saltou de R$ 120 para R$ 450, segundo ele.
“Além do prejuízo de quase R$ 5.000 com as dez sacas, tive que contratar vigilância profissional, 24 horas por dias”, afirma.
São quatro funcionários, ganhando R$ 150 por dia cada, para um turno de 12 horas. “São dois seguranças em cada horário. Estou gastando R$ 600 por dia com isso. Vai somando nos custos…”
LADRÃO FOGE A PÉ
Souza conta que, na quinta-feira (30), funcionários de sua fazenda flagraram quatro pessoas debulhando o feijão e conseguiram evitar o roubo. Segundo o produtor, não se trata de quadrilhas organizadas e equipadas.
Segundo o delegado de São Gonçalo do Sapucaí, Diego Bruno Dias do Nascimento, os criminosos procuram produtos mais caros e fáceis de serem vendidos.
“São corriqueiros os casos de roubos nas lavouras. Os criminosos roubam gado, café, grãos. Agora, estão visando o feijão por causa da valorização”, diz o delegado.
“Tivemos outros casos de roubo de feijão, mas não tenho um levantamento sobre a quantidade do que pode ter sido roubado na região.”
DENÚNCIA ANÔNIMA E 15 KG DE FEIJÃO APREENDIDOS
Na terça-feira (28), após receber uma denúncia anônima, uma equipe do Batalhão da Polícia Militar em São Gonçalo do Sapucaí apreendeu 15 quilos de feijão roubados em uma casa, que fica na área urbana do município.
Com a chegada dos policiais ao local, o suspeito fugiu pelo quintal, segundo a PM. Ele já foi identificado, mas não teve o nome divulgado. Segundo a polícia, foi expedido um mandado de prisão contra ele pelo furto do produto.

Fonte: UOL
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.