Grupo especialista em chegadinhas e saidinhas bancárias é preso.

Quatro pessoas foram presas em flagrante após a tentativa de realizar uma chegadinha bancária em Maranguape, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), na tarde da última sexta-feira (5). O grupo era especialista neste tipo de crime e foi capturado também por suspeita de envolvimento em arrombamentos e explosões após dois meses de investigação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).  
A DRF vinha investigando o grupo desde junho quando o bando explodiu um caixa eletrônico em um estabelecimento em Aquiraz. Na última sexta-feira (5), os suspeitos iriam realizar mais uma ação quando foram interceptados pela Polícia que prendeu 4 dos 6 integrantes do bando.
Eles planejavam roubar uma funcionária de uma farmácia que iria depositar R$ 30 mil no banco. Os supeitos não chegaram a concretizar a ação e dois deles conseguiram fugir em uma moto, levando uma arma.
Os quatro detidos foram autuados por tentativa de roubo e associação criminosa. Na ação, também foram apreendidos pé de cabra, chaves de fenda, furadeira e disco de corte, ferramentas usadas para arrombar caixas eletrônicos. Os quatro estavam em um Chevrolet Prisma, aguardando a dupla armada, que tomaria o dinheiro.
A prisão ocorreu no Centro de Maranguape, próximo a uma agência bancária. Foram detidos Adilson Werlem Santos de Moura, 40, Alexandro da Silva Freitas, 33, Lusiantonio Albino Batista, 33, Ruth Fernandes Mendes Rodrigues, 33. Os envolvidos já respondem por outros crimes como tráfico, homicídio, receptação e ameaça. Dos dois que fugiram, um foi identificado e terá a prisão preventiva solicitada, mas não teve o nome informado.
ANTECEDENTES CRIMINAIS

Os criminosos têm passagens pela Polícia. Ruth responde por tráfico de drogas, Adilson por duas ameaças e dano ao patrimônio, Lusiantonio por receptação, Alexandro por três homicídios, dois roubos, duas receptações, porte de armas e adulteração de veículos.
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.