Treinador de escolinha de futebol é preso acusado de abusar de crianças no Ceará.

Um homem que se diz treinador de futebol foi preso, nesta segunda-feira (22), após investigações da Delegacia de Combate a Exploração da Criança e Adolescente (Dececa). Ele é acusado de pedofilia.
José Darci Romualdo da Silva, 48 anos, estava sendo investigado há cerca de três meses pelos policiais. Ele é conhecido como “Dari”, que é dono e instrutor de uma escolhinha de futebol localizada em Fortaleza. Ele se aproveitava da aproximação que tinha com os alunos para cometer os abusos. De acordo com a delegada Ivana, “Dari” levava os menores para sua casa, onde praticava a violência.
Segundo a polícia, ele teria abusado de dois primos. O pai de uma das vítimas denunciou o caso. Segundo ele, o treinador teria cometido o crime dentro da própria casa e foi flagrado pelo pai da criança.
Essa não é a primeira vez que José Darci é detido. O criminoso é reincidente. Ele responde a outros sete inquéritos, do ano de 2002, os quais lhe fizeram permanecer preso por seis anos. À época, ele já era treinador de futebol e sua captura se deu por atentado violento ao pudor – por ter sido cometido antes da sanção da Lei que especifica o estupro de vulnerável (cometido contra menor de 14 anos ou pessoa com enfermidade ou deficiência mental, sem o necessário discernimento para o ato, ou que não consiga oferecer resistência), sancionada em 2009.
Ainda segundo Ivana Timbó, o criminoso confessa os delitos e ainda ressalta que sua “preferência” é por meninos de 14 anos. “Mas essa faixa etária está baixando”, salienta a delegada, ao informar que duas vítimas de 12 anos já foram identificadas.

A pena para o crime de estupro de vulnerável é reclusão de oito a 15 anos. O delito é caracterizado no artigo 217 A da Lei dos Crimes contra a Dignidade Sexual.
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.