Fugitivo desde 97 é preso em Paramoti no Ceará.

Um homem foi preso ontem, na cidade de Paramoti, a 104 quilômetros de Fortaleza, por tráfico internacional de drogas e falsidade ideológica. Os crimes pelos quais Jocivan Barreto Pontes, natural do Ceará, é acusado foram praticados em Cuiabá (MT) em 1997, ano em que ele foi preso com a acusação de fazer parte de uma quadrilha internacional de tráfico de drogas e por falsidade ideológica. Jocivan usava o nome de Gilvan Alencar Barreto e é casado com a candidata a prefeita da cidade de Paramoti, Telvânia Ferreira Braz (PHS). A prisão aconteceu durante a inauguração do comitê da esposa na cidade.
O POVO apurou que o Jocivan foi preso em 1997, pela Polícia Federal, quando transportava 68 quilos de crack em um carro que seguia para Goiânia (GO). No presídio, Jocivan teria falsificado o alvará de soltura da juíza Nilza Carvalho Mariano e, em seguida, adulterado o nome na certidão de nascimento. Ainda conforme O POVO apurou, Jocivan teria casado usando o nome falso e registrado os filhos também com o nome falsificado.

Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.