Hoje, sexta-feira, 16 de setembro é dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio.

Neste, 16 de setembro estamos no 258º ducentésimo quinquagésimo oitavo dia do ano. Temos pela frente 108 dias para concluir o ano de 2016

Em 16 de Setembro é celebrado o Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio, que tem como objetivo alertar a todos sobre a necessidade de preservação da Camada de Ozônio.
A IMPORTÂNCIA DA CAMADA DE OZÔNIO
A chamada camada de Ozônio é um tipo de gás que fica na estratosfera e através de sua composição ajuda a proteger a Terra contra os efeitos dos raios que são emitidos pelo sol, como o ultravioleta, que são nocivos aos seres humanos, podendo causar câncer de pele e outras doenças se houver grande exposição.
Diversas pesquisas mostraram que ao longo dos anos houve uma diminuição na camada de ozônio e, em alguns lugares, cientistas afirmam que foram criados buracos nesta camada, gerando um alerta de um grande risco a população do planeta nos próximos anos.
Existem diversos gases que podem afetar a camada de ozônio, porém um dos mais críticos é o clorofluorcarbono (CFC), que é comum em aerossóis e equipamentos de refrigeração, e ao alcançarem a estratosfera, geram reações químicas com o ozônio, fazendo com que o mesmo seja transformado em oxigênio, que não é capaz de proteger a Terra contra os raios emitidos pelo sol.
O PROTOCOLO DE MONTREAL
O dia 16 de Setembro foi escolhido para lembrar a importância da proteção à camada de ozônio, pois em 1987 foi assinado o Protocolo Montreal, onde 46 dos países que compõem a Organização das Nações Unidas se comprometeram a parar de fabricar o gás CFC, e trabalhar para a diminuição do lançamento desses gases na atmosfera.

Essa diminuição gerou resultados positivos, pois de acordo com pesquisas recentes, a ONU informou que a partir do ano de 2014 a camada de ozônio mostrou uma recuperação em sua composição.
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.