Justiça Eleitoral da 33ª Zona indefere duas candidaturas a Prefeito de Canindé.

O Juiz eleitoral da 33ª Zona Antônio Josimar Almeida Alves indeferiu na tarde dessa segunda-feira, (12/09), o pedido de candidatura do prefeito Celso Crisóstomo, do PT de Canindé.
Conforme a decisão, o indeferimento se deu em razão do candidato se encontrar “cassado pelo Decreto Legislativo nº 06/2015, da Câmara Municipal de Canindé, bem como pelo fato da desaprovação da prestação de contas referentes aos exercícios de 2002 e 2003, respectivamente, em relação à gestão do FUNDEB e Secretaria Municipal de Educação, cujas contas foram julgadas irregulares pelo TCM/CE, com a aplicação de multas”.
O candidato a vice-prefeito, José Clerton Magalhães Bezerra, não foi atingido pela decisão. De acordo com a assessora jurídica de Celso Crisóstomo o mesmo apresentará nesta terça-feira (13) recurso da decisão ordinária ao Tribunal Regional Eleitoral.
Situação semelhante aconteceu com a candidata do PSD Daniela Monteiro que teve seu registro indeferido no último dia 07 de setembro, também com base na Lei da Ficha Limpa. Daniela já recorreu da decisão e aguarda o novo julgamento do TRE-CE.
Candidatos a Vice-prefeito renunciam após terem registros negados pela Justiça Eleitoral
Na última quinta-feira (08) o ex-prefeito de Canindé, Claudio Pessoa renunciou ao cargo de vice-prefeito na chapa do Pedro Mirialdo. Cláudio havia tido o registro indeferido pela Justiça Eleitoral. Assume a vaga de vice Socorro Bastos. Já na sexta-feira (09) mais um candidato a vice-prefeito pediu renúncia. Milton Alves que era vice na chapa de Luiz Damião, apresentou o pedido de renúncia à justiça eleitoral também depois de ter o registro negado, Carlão da academia é o novo vice.
Apenas a chapa composta por Rozário Ximenes (PMDB) e Jesus Romeiro não enfrentaram problemas judiciais para registrar candidaturas.
Com informações de Wellington Lima/ Do site cearáagora
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.