Agentes penitenciários localizam arma na Penitenciária e podem ter evitado uma nova chacina.

Agentes penitenciários podem ter evitado a ocorrência de mais uma chacina em um dos presídios cearenses. Uma arma de fogo com muita munição foi localizada dentro de uma das Vivências (alas) da Penitenciária de Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), na noite desta segunda-feira (24).
A arma teria sido jogada pelo alambrado, uma manobra conhecida como “rebolo”, e foi parar entre as Vivências A e D, exatamente onde estão confinados presos considerados de alta periculosidade que são integrantes de facções criminosas.
Nestas alas da Penitenciária estão recolhidos bandidos envolvidos em assaltos a banco, sequestros, traficantes de drogas, latrocinas e ladrões de cargas, participantes de quadrilhas ou organizações criminosas.
A localização da arma, antes desta chegar às celas, teria impedido uma matança dentro das Vivências, já que o clima de animosidade entre os integrantes das principais facções vem sendo motivo de preocupação das autoridades locais desde a semana passada, quando uma das facções, no caso o PCC (Primeiro Comando da Capital), teria repassado nacionalmente um “Salve Geral” (ordem) para matar inimigos do Comando Vermelho (CV), como aconteceu num presídio em Roraima (RR). Ali, 8 detentos foram decapitados.

Por Fernando Ribeiro
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.