Decisão do TRE muda prefeito eleito de Acopiara oito dias após as eleições.

Oito dias depois do pleito municipal deste ano, realizado em 2 de outubro, uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) mudou o prefeito que assumirá o comando da Prefeitura de Acopiara, município localizado na Região Centro-Sul do Estado, a partir de 2017. Nesta segunda-feira (10), os juízes da Corte Eleitoral julgaram recurso do candidato do PMDB, Antônio Almeida Neto, e deferiram sua candidatura. Assim, ele, que havia sido o postulante mais votado, mas não teve os votos computados, é, oficialmente, o prefeito eleito do município.
Até o julgamento do recurso pelo TRE-CE, os 15.715 votos de Antônio Almeida Neto não haviam sido validados porque o registro de candidatura do peemedebista foi indeferido por enquadramento na Lei da Ficha Limpa. Com isso, todos os sufrágios destinados a ele nas urnas foram considerados nulos até o julgamento do recurso interposto junto ao Tribunal.
O prefeito que tomaria posse em Acopiara em 2017, até esta segunda-feira, era Dr. Vilmar (PDT), que recebeu 15.486 votos no último dia 2 e foi o segundo mais votado. Também disputou o cargo no município o candidato Icaro Gaspar (PT), que teve 278 votos.
Com o deferimento da candidatura de Antônio Almeida Neto, a nova vice-prefeita eleita do município é sua companheira de chapa, Ana Patrícia de Lima Barbosa. A candidatura do peemedebista foi deferida por unanimidade no TRE-CE. Na análise do recurso, os juízes da Corte Eleitoral acompanharam o voto de relator, juiz Ricardo Cunha Porto. Da decisão, ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Do Diário do Nordeste
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.