Vendedor mata ex-mulher a tiros e depois suicida-se ao perceber que a Polícia estava perto de prendê-lo.

Subiu para 151 o número de mulheres assassinadas no Ceará neste ano. A mais recente vítima foi uma dona de casa de 32 anos. Leidiane Margarida de Souza havia se separado do marido, Gleryston Alves de Albuquerque, 32, e saído de casa, na comunidade do Guajeru, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Mas, na tarde desta quinta-feira (6|), ela voltou à residência para uma última conversa com o acusado e foi morta a tiros.
Depois de executar a ex-companheira com vários tiros, o ex-marido fugiu do local dirigindo uma Kombi com a qual trabalhava fazendo entregas. A Polícia Militar imediatamente fez um cerco na área e ao perceber que seria capturado, o assassino decidiu por fim à própria vida.
VIU A VIATURA
Com a mesma arma que ele utilizou matar Mara a ex-esposa, ele praticou o suicídio, disparando um tiro na cabeça. O corpo foi encontrado dentro da Kombi, nas proximidades de um posto de combustíveis. Segundo o relato de testemunhas, ao avistar uma viatura da PM no seu encalço, o assassino decidiu se matar.
A delegada de defesa da Mulher de Caucaia, Ivana Coelho, informou que os vizinhos do casal ouviram barulhos na casa, o que seria uma discussão entre o casal. “Ela estava separada do marido, mas ele não se conformava. Vizinhos disseram que ela apareceu tranqüila, não parecia que estava sendo obrigada a retornar à residência”.
O casal tinha dois filhos, ainda crianças, mas que não estava na casa na hora do crime.

Por FERNANDO RIBEIRO
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.