Empresários e servidores públicos estão entre os beneficiários do Bolsa Família em Canindé.

Um levantamento realizado pelo Ministério Público Federal (MPF) aponta que 6,04% dos recursos do Bolsa Família destinados a Canindé podem estar beneficiando pessoas que não cumprem os requisitos econômicos do programa. O diagnóstico foi elaborado pelo MPF a partir da análise de valores pagos entre 2013 e maio de 2016. Segundo as informações, 1.441 beneficiários foram considerados suspeitos em Canindé. Os valores pagos aos perfis suspeitos no período analisado no diagnóstico chega a R$ 4.967.119,00.

Fonte: Ceará Agora
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.