Justiça Federal indefere liminar e mantém válidas as redações do Enem.

A Justiça Federal decidiu, nesta quarta-feira (9), indeferir o pedido do Ministério Público Federal para anular as redações dos candidatos que compareceram ao Enem.
A decisão foi assinada pelo juiz Federal José Vidal Silva Neto, titular da 4ª Vara Federal. Na última segunda-feira, o procurador geral da República, Oscar Costa Filho, ingressou com pedido de anulação das provas, após a Polícia Federal (PF) no Ceará iniciar investigação sobre a possibilidade de vazamento do tema da Redação deste ano.
O procurador alegou que o vazamento da prova violaria o tratamento isonômico aos candidatos. O juiz José Vidal Silva Neto havia concedido na terça-feira,  um prazo de 24 horas para que o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Ensino e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) se manifestassem sobre o caso, para que se pronunciasse a respeito.

Do Ceará Agora
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.