Presos poderão pagar R$ 214 por mês pelo uso da própria tornozeleira.

Cerca de mil pessoas utilizam tornozeleiras eletrônicas em todo o Ceará. O custo médio de cada equipamento, que é alugado, é de R$ 214 por mês, pago pelos cofres estaduais. Mas uma lei em tramitação no Senado quer transferir para os condenados o pagamento desse aparelho.
O autor é Paulo Bauer, do PSDB de Santa Catarina. De acordo com o senador, por ano são gastos R$ 23 milhões com monitoramento eletrônico em todo país, “a sociedade não dever arcar com esse tipo de despesas”.
No Ceará, a Secretaria de Justiça não concorda. Segundo a Sejus, a maioria dos usuários é pobre e não tem condições de pagar esse valor. A Secretaria lembra ainda que, caso não haja possibilidade de pagar o aluguel do equipamento, os presos teriam de permanecer dentro do presídio, o que sairia mais caro para o estado.

Fonte: Tribuna do Ceará
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.