Hoje, domingo, 04 de dezembro, é dia da Propaganda.

Neste, 04 de dezembro estamos no 339º trecentésimo trigésimo nono dia do ano. Temos pela frente 27 dias para concluir o ano 2016.

O Dia da Propaganda é comemorado anualmente em 4 de dezembro e não podemos negar que é uma importante comemoração, visto que hoje, mais do que nunca, a propaganda é a alma do negócio.
A propaganda é o meio pelo qual podemos conhecer novos produtos, novas ideologias, novas tecnologias e até mesmo novos meios de fazer política, lembrando que todos os governos investem maciçamente em propaganda para alardear os seus feitos importantes, tirando da mira da opinião pública aqueles que podem ser considerados deploráveis.
Técnicas das mais inovadoras são as ferramentas da propaganda, associando um produto a um estilo de vida, ou um produto a uma pessoa famosa e, num mundo onde o consumo é levado a sério, a propaganda tem grande influência sobre o comportamento das pessoas.
Pela propaganda chegamos até a esquecer a individualidade e os objetivos, já que uma pessoa aparenta ser aquilo que ela tem, e tudo isso é aproveitado pela indústria do marketing, ou seja, da propaganda.
Muito além das técnicas, que se tornam cada dia mais elaboradas, a estrutura e a forma da propaganda acumulam anos de experiência, sabendo como conduzir a divulgação para que as pessoas se tornem carentes de produtos que, em grande parte das vezes, mais atende os interesses financeiros de quem vende do que do consumidor.

COMO SURGIU A PROPAGANDA NA CIVILIZAÇÃO
A propaganda não é algo que tenha começado apenas no século XX. Sua história vem de muito longe, no tempo, e deve ter começado com os gregos e romanos, ou mesmo antes, com a civilização do Oriente Médio, quando surgiram escritos descobertos por arqueólogos, anunciando eventos e ofertas.
Em Roma, nos tempos clássicos, as paredes eram pintadas para anunciar lutas de gladiadores; os potes eram marcados com sinos específicos de seus vendedores; os artesãos faziam propaganda de seus serviços. Assim, a propaganda é algo que acompanha a civilização humana, fazendo com que tenha tomado um vulto de necessidade em nossa cultura atual.
A propaganda viveu sua primeira revolução no século 15, quando Gutenberg inventou a imprensa, tornando mais fácil aos anunciantes fazer panfletos de propaganda de seus produtos e serviços, e continuou crescendo em importância através dos séculos.
Pelo que se tem notícia, a primeira propaganda impressa foi feita no jornal inglês The Weeekly News, ainda no século 15, ganhando notoriedade e incentivando outros comerciantes a anunciar nos jornais, resolvendo também um grande problema para essas publicações, com as primeiras agências de propaganda e marketing que, embora não tivessem ainda esse conceito, já estavam trabalhando em busca de anúncios para aumentar a lucratividade dos jornais.
No século 16 até mesmo a Igreja Católica entrou no mundo da propaganda, com a criação da Congregação de Propaganda, pelo Papa Clemente VII, que tinha o objetivo de propagar a fé católica pelo mundo, utilizando para isso a propaganda para espalhar os princípios e teorias cristãs.
No século 18 surgiu o grande precursor da propaganda nas Américas: Benjamin Franklin, que publicava periodicamente um jornal e que tinha grandes anunciantes para a época.
A grande expansão do mercado publicitário, porém, somente aconteceu no século 19, com as novas tecnologias, avançadas para a época, e com os meios de produção em massa, criando uma superprodução numa fase em que a demanda ainda era inexpressiva. A propaganda, então, entrou em cena para estimular o consumo, mudando sua razão de ser de simplesmente informar para persuadir os consumidores.
O Brasil também entrou no mundo da propaganda no século 19, quando foi fundado no Rio de Janeiro o Jornal Gazeta do Rio de Janeiro, começando assim a imprensa nacional e também começando os primeiros anúncios, dando início aos Classificados que, com o tempo, foram ocupando mais e mais espaços, tornando-se os mais variados, com todos os tipos de produtos e serviços.

COMO SURGIU O DIA DA PROPAGANDA
A cidade de Buenos Aires sediou, em 4 de dezembro de 1936, o primeiro encontro de publicitários e comunicadores. O encontro rendeu novos conhecimentos e a troca de ideias de novas técnicas para a propaganda de uma maneira geral e o dia foi escolhido para homenagear quem trabalha com propaganda e marketing.

Criado como Dia Pan-americano da Propaganda, a partir da década de 1970 a data ganhou abrangência internacional, passando a ser conhecida como Dia Mundial da Propaganda.
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.