STF aceita denúncia por desvio de verbas e Renan Calheiros vira réu após nove anos de investigação.

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou, nesta quinta-feira (1º), denúncia contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PDMB), pelo crime de peculato (desvio de dinheiro público.
Calheiros é acusado pela procuradoria geral da República (PGR) de ter recebido propina da construtora Mendes Júnior para pagar despesas pessoas da josnlista Mônica veloso, ex-amante do senador. Entre as depesas, estava a pensão alimentícia da filha do casal.
Em troca, Calheiros apresentava emendas no Senado que beneficiariam a empreiteira. O senador ainda é acusado, na mesma denúncia, por falsidade ideológica e uso de documento falso. A corte ainda decide sobre essas denúncias.

Fonte: Ceará News 7
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.