Ceará: Mulher é agredida por fiscal da Prefeitura de Fortaleza

Os ambulantes culpam a gestão municipal pelo problema


Uma mulher foi agredida durante uma confusão na avenida Beira-Mar, em Fortaleza. A vítima, que teve sua identidade preservada, diz ter sido agredida por um funcionário da Secretaria-Executiva Regional II, identificado apenas como Gilberto, durante uma fiscalização contra vendedores ambulantes, realizada durante a madrugada desta sexta-feira (20). 

Os ambulantes culpam a gestão municipal pelo problema. Segundo os feirantes, guardas municipais e outros agentes da Prefeitura de Fortaleza foram ao local para apreender mercadorias dos feirantes. Durante a apreensão, uma das feirantes foi agredida e teve que ser socorrida pelos demais feirantes. 

Em nota, a Secretaria-Executiva Regional II, órgão responsável pela manutenção e ordenamento urbano da orla da Beira-Mar, afirmou que “diariamente 36 agentes de fiscalização realizam ações educativas com os vendedores ambulantes, a fim de coibir a ocupação irregular do passeio, estimulando o uso igualitário do espaço público, com base no Código de Obras e Posturas de Fortaleza (Lei 5530/1981). Apreensão de produtos ocorre somente quando todas as medidas preventivas não foram atendidas”. 

Ainda segundo a SER II, “devido ao aumento do número de visitantes na orla, no período de alta estação, a fiscalização da área está sendo intensificada, com o apoio da Guarda Municipal de Fortaleza, e Polícia Militar do Estado do Ceará”. 
Fonte: Cnews
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.