Ceará: Oito são condenados por burlar emissão de passaportes

Os suspeitos aproveitavam a saída de delegada responsável para realizar os atendimentos irregulares


Após dois anos do início da investigação, oito pessoas foram condenadas pela Justiça Federal por participação em um esquema que tinha por finalidade, burlar a emissão de passaportes na Delegacia de Polícia de Imigração da Polícia Federal no Ceará (DelemigPF/CE). Os acusados foram identificados durante a “Operação Password”, realizada em 2015. 

De acordo com o Ministério Público Federal, o esquema começava quando alguém precisava solicitar o documento com urgência, sem esperar o tempo necessário para a emissão. Assim, os despachantes pagavam dinheiro e prestavam vantagens indevidas a funcionários terceirizados da Delegacia de Polícia de Imigração, para conseguirem a antecipação injustificável do atendimento para a obtenção de passaporte. 

Ainda segundo o MPF, os funcionários chegavam a dispensar documentos necessários para a emissão do passaporte. 

Os valores cobrados pelo serviço variavam entre R$ 50 a R$ 300 para cada agendamento. Ainda segundo as investigações, aqueles que pagavam pelo atendimento, tinham conhecimento da ilegalidade do procedimento. 
Os acusados aproveitam os momentos em que a delegada responsável pelo Setor de Emissão de passaportes e demais policiais federais encarregados do setor, saiam, para a realização do procedimento ilegal.
Fonte: Cnews
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.