Criminosos deixaram recado após ataque à Guarda Municipal

Este foi o segundo ataque ao prédio, em menos de um ano


A sede da Guarda Municipal de Fortaleza, no bairro Rodolfo Teófilo, foi atacada durante a madrugada desta terça-feira (17). Cerca de quatro homens armados participaram do crime. Após efetuarem aproximadamente 30 tiros contra o prédio, os suspeitos deixaram um cartaz atribuído ao Primeiro Comando da Capital (PCC). 

No cartaz, foi escrito uma ameaça afirmando que caso o Governo do Estado do Rio Grande do Norte mexa com integrantes do PCC em Alcaçuz, uma das maiores unidades prisionais do Estado, “o Brasil todo vai estralar”. O Rio Grande do Norte, assim como outros lugares do país, atravessam uma crise no sistema prisional. Pelo menos 26 presos foram mortos no último final de semana, durante uma rebelião.

O presidente Michel Temer se reunirá hoje, com representantes da Polícia Federal, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), do Gabinete de Segurança Institucional e das Forças Armadas, para discutir os problemas no sistema prisional brasileiro. 

Ainda não se sabe o motivo pelo qual o recado foi deixado no prédio da Guarda Municipal de Fortaleza, sob responsabilidade do município. As armas usadas foram 9 milímetros e calibre 380. Nenhum guarda saiu ferido, houve apenas danos materiais.

A Guarda Municipal ainda não se manifestou sobre o ataque. 

Segundo ataque

Este foi o segundo ataque em menos de um ano. Em julho do ano passado, três homens encapuzados atacaram o comando da Guarda Municipal. Os suspeitos se aproximaram em um veículo modelo Sedan e efetuaram vários disparos. 

Os guardas que estavam de plantão tentaram se esconder atrás das árvores e carros do estacionamento. Os suspeitos dispararam contra os agentes e um deles ficou ferido ao desviar dos tiros. 
Fonte: Cnews
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.