Desembargadora e três juízes viram reféns de assaltantes durante ataque a um sítio na noite do Ano-Novo

O assalto ocorreu por volta das 22 horas de sábado no Município de Trairi. Os magistrados e outros reféns foram dominados por três ladrões.


Os assaltantes renderam os reféns das 22 horas do último sábado (31)

Um  grupo de magistrados virou refém de bandidos na noite de Ano-Novo na região Norte do Estado do Ceará. O crime ocorreu por volta das 22 horas do último sábado (31), em sítio no Município de Trairi, no Litoral Oeste do estado (a 130Km de Fortaleza). Pelo menos, quatro juízes de Direito  estavam entre as 20 pessoas rendidas por três assaltantes armados com revólveres e uma garruncha.

O caso foi registrado pela Polícia no momento em que o juiz de Direito,  Gerardo Facundo ligou para o Destacamento da PM de Trairi informando que tinha acabado de acontecer o assalto no sítio pertencente ao desembargador Francisco Carneiro, onde estavam cerca de 20 pessoas, entre elas, a desembargadora Rosilene Facundo, e os juízes Fátima Facundo e Carlos Facundo.

No momento em que ocorreu o assalto havia estava acontecendo uma falte de energia elétrica. E, conforme o relato das vítimas, os assaltantes já entraram no sítio usando lanternas, o que se supõe que eles tenham causado o blecaute naquela propriedade.

No quarto

Em seguida, todas as pessoas ali presentes foram rendidas com armas de fogo e trancadas em um dos quartos do sítio. Os ladrões, então, roubaram tudo o que encontraram de valor, como celulares, joias, bolsas, carteiras e dinheiro. Para a fuga, os assaltantes também roubaram o carro de um dos juízes, um Sandero prata de placas OSC-1582 (CE).

Várias patrulhas da Polícia Militar foram acionadas para a ocorrência e, durante a madrugada inteira do Ano-Novo foram feitas diligências na região, mas até agora os assaltantes não foram, ainda, localizados. Ainda de acordo com a Polícia, nenhum dos reféns ficou ferido.

A Associação Cearense da Magistratura deverá se manfestar nesta segunda-feira acerca do caso, assim como O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE).  
Fonte: Blog do Fernando Ribeiro
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.