Feiras de livros usados são espaço para economia

As feiras de livros didáticos e paradidáticos vão da Praça dos Leões a shoppings da Cidade e oferecem desconto a partir de 50%


A economia é notória. Se tivesse comprado novos todos os livros didáticos e paradidáticos de que o filho Samuel, 12, precisa para o ano letivo, a administradora financeira Lucila Melo, 53, teria desembolsado aproximadamente R$ 2 mil. Mas, entre atenciosas folheadas e baixinhas exclamações de “a qualidade é muito boa!”, ela adquiriu todos os volumes pela metade do preço na feira de troca, venda e compra de livros usados do shopping RioMar, no Papicu.

Samuel diz que não se importa em estudar com livros já utilizados por outra criança. “Tanto faz como tanto fez”, analisou. Ele só se mostrou relutante a passar um tempo das férias apagando respostas escritas a lápis nos livros. “Acabei de comprar um game!”, argumentou, suplicante. Lucila, que pela primeira vez comprou exemplares usados para o filho — com o dinheiro da venda dos antigos dele —, retrucou, aos risos: “mas vai ter que ajudar”.

Não é tão fácil, porém, encontrar todos os livros, exatamente como são exigidos pela escola, em um só lugar. Pesquisa e negociação, nestes casos, tendem a otimizar a compra. A empresária Shirlene Oliveira, 33, por exemplo, precisa de livros paradidáticos para os quatro filhos e, mesmo depois de visitar os estandes da feira do RioMar, na tarde da última terça-feira, 10, não havia encontrado nenhum. “Esse ano eu resolvi dar uma pesquisada, porque tá meio apertado (financeiramente) pra todo mundo. Vou andar mais um pouco”, afirmou ela.

A comerciante Ludinalde Farias, 47, a Naldinha, vende, troca e compra livros na feira do RioMar. Quando não tem no estoque algum exemplar de que o cliente precisa, indica a ele dois caminhos: se for edição reformulada, buscar a livraria tradicional; senão, a feira da Praça General Tibúrcio, no Centro, popularmente conhecida como Praça dos Leões.

“Há uma vantagem financeira para ambas as partes”, alegou Naldinha. Gerente de marketing do RioMar, Michele Ribeiro complementou que é a forma que o shopping encontra de “pensar na saúde financeira do consumidor”. “Se eu ajudo ele a ter economia, ele tem mais poder de compra”, argumentou a profissional.

Praça dos Leões

Na Praça dos Leões, onde tradicionalmente ocorre a feira, os descontos também possibilitam adquirir pela metade do preço os livros da lista escolar. Além dos abatimentos, que começam em 50%, alguns estandes oferecem facilidade de pagamento e possibilidade de negociação. “Quando é troca, a gente faz dois do cliente por um nosso, que é como entra o nosso lucro”, explicou Vera Lucia, 46, vendedora de um dos estandes da praça.

Serviço

Feiras de livros usados em Fortaleza
Shopping RioMar Papicu (piso L1, próximo ao GBarbosa)
Quando: até 12 de fevereiro
Horário: de segunda a sábado, das 10h às 20 horas e aos domingos e feriados das 14h às 20 horas

Shopping RioMar Kennedy
(piso L2, praça de eventos)
Quando: até 12 de fevereiro
Horário: de segunda a sábado, das 10h às 20 horas e aos domingos e feriados das 14h às 20 horas

Praça dos Leões
Quando: até fevereiro
Horário: de segunda a sábado, das 8h às 17 horas.
Fonte: Jornal O Povo Online
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.