Grande Fortaleza registra dois casos de mortes por linchamento no intervalo de apenas 24 horas

Crimes ocorreram na Capital e no Município de Maracanaú. Vítimas eram suspeitas de praticar delitos e foram espancadas até a morte


Casos de linchamento em Fortaleza são um componente a mais na estatística da violência

Dois casos de linchamento foram registrados na Grande Fortaleza no intervalo de apenas 24 horas. Dois homens suspeitos de envolvimento em crimes foram perseguidos em via pública e espancados até a morte por populares. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já investiga os episódios.

O primeiro caso ocorreu no fim da noite da última terça-feira (3) no Município de Maracanaú, onde um homem tentou assaltar uma jovem no momento em que ela desembarcou de um ônibus e seguia para casa à pé. A jovem foi atacada pelo assaltante, mas este acabou sendo perseguido por populares e morto com golpes de capacete de motoqueiro, chutes e socos.

Na noite desta quarta-feira (4) o segundo linchamento aconteceu na periferia da Capital cearense. Um homem residente no bairro Pici, ainda não identificado foi perseguido pelas ruas logo após a informação de que ele tentara violentar sexualmente a própria mãe, uma idosa.

O suposto estuprador, que seria também usuário de drogas, foi espancado e arrastado na rua por conta da revoltada vizinhança. Quando a Polícia Militar chegou no local já encontrou a vítima morta. O corpo foi encaminahdo para a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), da Perícia Forense do Ceará (Pefoce). 
Fonte: FERNANDO RIBEIRO 
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.