Preço do abacate cai 40% na Ceasa

O abacate está em plena safra no Brasil. Produzido em larga escala nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo e em pequenas quantidades nos municípios cearenses de Tianguá, São Benedito e Ubajara, a fruta apresentou uma queda nos preços de 40% na Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa Ceará). O produto vendido em janeiro por R$ 5,00, o quilo, pode de ser encontrado no entreposto de Maracanaú por R$ 3,00 agora em fevereiro.

Odálio Girão, analista de mercado da Ceasa, ressalta que há três  variedades de abacate ofertadas na Ceasa atualmente: o geada, também conhecido como barbieri ou limeirão, o primavera e o betânia. Estes tipos de abacate, geralmente, apresentam uma maior demanda no mercado por possuírem menor quantidade de gordura em sua composição. A fruta pode ser degustada in natura, em vitaminas ou sucos, além de ser utilizada como ingredientes de diversas receitas.

O analista de mercado da Ceasa informa que a safra destas variedades de abacate inicia- se em fevereiro e segue até o mês de junho., consequente, o preço da fruta tende a cair no mercado.

Abacate:

Como comprar?

·       Prefira os abacates que parecem pesados em relação ao tamanho (mais denso).

·       Faça leve pressão na superfície dos frutos com o dedo. Eles devem estar firmes apenas começando amolecer.

Como Conservar?

·       Os frutos ainda duros ou bem firmes devem ser amadurecidos em tempreratura ambiente.

·       Os abacates não devem ser colocados na geladeira enquanto ainda estiverem verdes, pois demoram a amadurecer.


·       Depois de abertos, uma vez maduros, devem ser rapidamente consumidos, pois são muito perecíveis. Fonte Ceará Agora
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.