Tejuçuoca! Agente Rural da Ematece explica o porquê o agricultor Expedido Leão não recebeu as sementes do estado

Nesta manhã de quarta-feira (15/02), estive no Parque de exposição Joãozão de Tejuçuoca, onde está localizado o escritório da Ematece, fui na buscar de informações a respeito da reclamação do agricultor Expedito Alves de Araújo de 59 anos de idade, conhecido por (Expedito Leão), residente na localidade de Malaquias, pois este agricultor disse que estava se sentindo lesado e esquecido pelo estado por não ter direito a semente do programa “hora de plantar”.
No escritório da Ematece de Tejuçuoca, fui atendido pelos agentes Rurais da Ematece, GLeison Júnior e José Ataíde, em resposta sobre o caso do senhor Expedito, eles afirmaram que só estão cumprindo ondem que vem do escritório regional situado no município de Itapajé e que lista dos beneficiados das sementes do programa hora de plantar vem do governo do estado e nome do senhor   Expedito Alves de Araújo ( Expedito Leão) não constava na lista, por isso, não tem como entregar a sementes para o agricultor que não está nesta referida lista enviada pelo governo do estado. Ou seja, o senhor Expedido legalmente não está enquadrado para receber as sementes.
Na oportunidade o agente Rutal GLeison Júnior, ligou para o senhor Fernando, chefe geral do escritório regional da Ematece de Itapájé, por telefone ele conversou com o repórter Rogilson Brandão e ficou de ligar para ceder uma entrevista falando sobre os critérios para receber as sementes do programa Hora de Plantar do Governo do Estado do Ceará.

Agradecimentos aos agentes Rurais GLeison Júnior e José Ataíde, responsáveis pelo escritório da Ematece de Tejuçuoca pelos esclarecimentos a respeito deste caso e pelo boa receptividade para com a reportagem deste Blog.
Matéria: Rogilson Branão.


Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.