Marcelo Odebrecht diz que doou R$ 150 milhões à campanha de Dilma

Executivo confirma reunião com Temer, mas diz não ter tratado de valores.
Ex-presidente da empreiteira não esclareceu de pagamento foi em caixa 2.

O empresário Marcelo Odebrecht disse ter doado R$ 150 milhões à chapa Dilma-Temer na eleição de 2014. Ele não precisou quanto desse valor foi de caixa dois ou propina. Parte desse valor foi contrapartida pela aprovação da medida provisória do Refis, que beneficiou o grupo.
O ex-presidente da Odebrecht também confirmou um encontro com Temer para tratar de doações para o PMDB, mas disse não ter discutido valores com o então vice-presidente.
Odebrecht também relatou repasses ao senador Aécio Neves (PSDB), mas não esclareceu se a origem do dinheiro foi caixa um ou caixa dois.
As declarações foram feitas em depoimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quarta-feira (1º), na ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer. Embora o depoimento seja sigiloso, a TV Globo confirmou o conteúdo das declarações com diversas fontes.



Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.