Parlamento da Coreia do Sul aprova impeachment da presidente

Parlamentares decidiram pelo impedimento por 234 votos a favor contra 56 contra; Park Geun-hye é acusada de corrupção e tráfico de influência

SEUL - O Parlamento sul-coreano aprovou nesta sexta-feira, 9, o impeachment da presidente Park Geun-hye por envolvimento em um escândalo de tráfico de influência, o que pode fazer com que ela se torne a primeira líder eleita do país a ser afastada do cargo.
Os parlamentares decidiram pelo impedimento por 234 votos a favor e 56 contra, indicando que dezenas de membros do partido de Park, o conservador Saenuri, apoiaram o processo. Ao menos 200 membros da Câmara de 300 assentos precisavam votar a favor para que o pedido fosse aprovado.

A Corte Constitucional da Coreia do Sul deve decidir agora se mantém o impeachment, em um processo que pode levar até 180 dias. O cargo de Park será imediatamente assumido pelo primeiro-ministro, Hwang Kyo-ahn, de forma interina.
Após a votação, Park disse esperar que a confusão em torno da crise política no país seja resolvida logo depois da aprovação do impeachment pelo Parlamento, e acrescentou que vai se preparar para uma revisão judicial do processo.
A presidente afastada se desculpou com a população em uma reunião com seus ministros, e pediu a eles que trabalhem com o premiê para evitar qualquer buraco em questões de segurança nacional e problemas na economia. / REUTERS
Com informações O Estado de São Paulo
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.