Camilo dobra Ciro e é candidato em 2018 para o Palácio da Abolição

A aproximação política do governador com os senadores Eunício Oliveira e Tasso Jereissati foi crucial para ganhar a atenção e o apoio dos Ferreira Gomes.

A coluna Rebate, de Donizete Arruda, no Jornal do Cariri desta semana, traz que Ciro perdeu e Camilo é candidato à reeleição em 2018.

Segundo Donizete, “não era intenção de Ciro dar a Camilo o direito de disputar à reeleição. Tem críticas demais ao modelo dele administrar e, nos últimos meses, sequer vinha atendendo suas ligações. Apesar do estilo leve e de não gostar de confrontos, Camilo comunicou a interlocutores fiéis dos FGs que não abriria mão de permanecer mais quatro anos no Abolição. Cid compreendeu o recado e logo declarou apoio. Ciro resistiu, pois preferia lançar a candidatura do prefeito Roberto Cláudio. Perdeu! Ficará para 2022. Agora, Ciro escolherá apenas o vice do governador Camilo”.
A íntegra da coluna Rebate, de Donizete Arruda, está no Jornal do Cariri.
Fonte: cearanews7.com

Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.