Polícia descobre esquemas de fraudes na 'Operação Carro-Pipa' e prende 5 suspeitos no Ceará.

Cinco pessoas foram presas em flagrante nos últimos dois dias por fraudes na distribuição de água em cidades do Ceará afetadas pela seca. Quatro suspeitos presos estavam com equipamentos que fraudavam a marcação da quilometragem dos carros-pipa da operação Carro-Pipa, do Governo Federal. Um outro motorista foi capturado por desperdiçar cerca de sete mil litros de água de um carro-pipa. As prisões ocorreram nos municípios de Solonópole, Icó e Canindé.
Um dos esquemas ilícitos foi descoberto nesta quinta-feira pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante uma abordagem de rotina de policiais da Unidade Operacional de Canindé. Os policiais abordaram uma caminhonete L200 e localizaram uma bolsa com cinco rastreadores que deveriam estar instalados em carros-pipa para marcar a quilometragem da rota de entrega de água.
Dois ocupantes do veículo foram presos em flagrante e confessaram que faziam parte do esquema fraudulento. Eles disseram aos policiais rodoviários que estavam percorrendo a rota que deveria ser do carro-pipa. O proprietário dos carros-pipa compareceu ao local e também foi preso.
A PRF também prendeu um motorista na cidade de Icó. O homem também estava em um carro de passeio com equipamentos rastreadores de carros-pipa ligados para burlar a quilometragem. No interior do automóvel, os policiais também encontraram documentos referentes a um caminhão e folhas contendo anotações de quilometragens e pagamentos da Operação Carro-Pipa.
Questionado sobre os documentos, o condutor relatou que trabalha na operação de abastecimento de água no Ceará e que fazia o esquema porque o caminhão que ele dirige e é cadastrado na operação está em manutenção numa oficina.
Após as prisões, os suspeitos e os rastreadores apreendidos foram levados para a Delegacia da Polícia Federal, onde foram ouvidos e autuados pela fraude.
Fiscalização
Conforme Exército Brasileiro, a fiscalização do serviço é realizada de duas maneiras: a primeira fisicamente com equipes de fiscalização que constantemente estão nas localidades assistidas. A segunda é por meio de um sistema de rastreamento que conta com um Módulo Embarcado de Monitoramento (MEM) que permite o acompanhamento da captação e entrega da água.
Nos casos de prisões de prestadores de serviço pelos órgãos de segurança pública por tentativa de fraude, a 10ª Região Militar, afirma que foi imediatamente informada pelos mesmos e acompanha o desenvolvimento dos processos jurídicos abertos contra os fraudadores.
Água desperdiçada
Na terça-feira, a Polícia Militar prendeu um motorista desperdiçando cerca de sete mil litros de água que estavam em um tanque de um caminhão-pipa na cidade de Solonópole. O suspeito alegou que a água estava imprópria para o consumo e, por isso, despejou a água.
Os policiais constataram que o condutor não era legalizado na Operação Carro-Pipa. Representantes do Exército Brasileiro, órgão responsável pela operação, foram ao local e constataram a irregularidade.
O motorista foi preso em flagrante e levado para a Delegacia Regional de Senador Pompeu, onde foi autuado em flagrante por "corromper ou poluir água potável, de uso comum ou particular, tornando-a imprópria para consumo ou nociva à saúde", crime previsto no artigo 271 do Código Penal.

Fonte: G1 Ce
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.