Governo do Estado lança programa (BOLSA UNIVERSITARIO) Alunos aprovados no Enem vão ganhar bolsa de R$ 937.

Concluir o Ensino Médio e ingressar na Universidade é o início de uma nova etapa que possibilita a construção de um futuro promissor. No entanto, muitos estudantes com baixa renda familiar encontram dificuldades para que o sonho de assumir um curso de graduação seja concretizado. Com base nessa realidade, o governador Camilo Santana lançou, na manhã de ontem, o 'AvanCE - Programa Bolsa Universitário', durante cerimônia no Centro do Eventos do Ceará. O projeto vai ofertar mil bolsas, no valor de R$ 937, no período de seis meses, para alunos da rede pública aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com nota de corte igual ou superior a 560 pontos.
Também como critério utilizado na seleção para concorrer à bolsa, o estudante deverá ter cursado ainda todo o Ensino Médio em escola pública e ser membro de família beneficiária do Bolsa Família. O projeto vale para alunos com resultado positivo em instituições públicas ou particulares, credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC). Conforme aponta o titular da Secretaria da Educação (Seduc), Idilvan Alencar, o investimento estadual para esta primeira edição do programa chega a um montante de R$ 5,6 milhões, valor obtido com a soma das bolsas que serão pagas mensalmente.
De acordo com Camilo Santana, o 'AvanCE' tem caráter retroativo, isto é, passa a valer já a partir deste semestre. Sendo assim, os aprovados no Vestibular 2017.1, serão incluídos no processo seletivo para escolha dos alunos bolsistas. "Nós não vamos melhorar o Estado, se não investirmos em oportunidades de educação para o nosso jovem", ressaltou o governador, durante pronunciamento.
Apesar de o chefe do executivo estadual ter feito o lançamento oficial do programa e assinado a Lei que cria a bolsa universitária, a proposta ainda será apreciada na Assembleia Legislativa. Somente após a sanção da Lei, é que os estudantes poderão se candidatar por meio de edital publicado pela Seduc, ainda sem data definida.
BAIXA RENDA
Ao apresentar o programa para cerca de mil estudantes e membros de grêmios colegiais, Camilo Santana falou das dificuldades enfrentadas por alunos aprovados em vestibulares de cidades distantes dos seus municípios de origem. "Principalmente alunos de baixa renda que passam em universidades e muitas vezes moram no Interior, não têm como se sustentar. Muitas vezes têm que pagar aluguel, morar de favor", disse.
Ainda nas palavras do governador, o valor de R$ 937 vai ajudar o aluno de baixa renda custear as despesas na faculdade. "É um estímulo social e é um valor significativo. Durante seis meses, o aluno vai receber [o dinheiro] para que ele possa fazer o seu curso superior nas universidades aqui do Estado".
Para o secretário da Educação do Ceará, Idilvan Andrade, o 'AvanCE' deve trazer mais estabilidade aos contemplados no programa. "Além de incentivar o aluno a seguir na carreira acadêmica, esse projeto vai também quebrar essa barreira inicial que são as dificuldades com as despesas", assegura.
TOTAL
5,6 Milhões de reais é o investimento estadual para esta primeira edição do programa. O valor é resultado da soma das bolsas que serão pagas por mês

(Colaborou Felipe Mesquita)
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.