'Grande acerto', diz ministro da Defesa sobre uso das Forças Armadas.

Raul Jungmann afirmou em entrevista ao Jornal da CBN que uso das Forças Armadas foi pedido pelo presidente Michel Temer, ao contrário do que havia dito ontem quarta-feira 24 de maio, quando citou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Segundo ele, Temer avaliou que a Força Nacional seria 'absolutamente insuficiente' para controlar a manifestação na Esplanada dos Ministérios: 'barbárie'. O ministro e o presidente da República devem se reunir na manhã desta quinta-feira.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, justificou o uso das Forças Armadas durante manifestação na Esplanada dos Ministérios afirmando que 'sem ordem, você não tem democracia'. Em entrevista ao Jornal da CBN, ele mudou de versão e disse que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, pediu, na verdade, o apoio da Força Nacional. No entanto, ainda segundo ele, havia apenas cem homens disponíveis, o que foi avaliado como 'absolutamente insuficiente' por Michel Temer.

Jungmann afirmou ainda que o cenário da manifestação era de 'barbárie', com 'incêndio em ministérios, servidores apavorados’ e situação ‘progressivamente fugindo ao controle'. A função dos militares teria sido 'meramente defensiva, dos prédios e das pessoas'. No dia seguinte ao confronto, Raul Jungmann avaliou a operação como um 'grande acerto'.

Ele deve se reunir na manhã desta quinta-feira com o presidente Michel Temer para decidir se o Decreto de Garantia da Lei e da Ordem será revogado ou mantido. A decisão, afirmou o ministro, dependerá da avaliação do comandante militar da área.
Fonte: cbn.globoradio.globo.com
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.