Ministério da Saúde envia 12 toneladas de medicamentos para vítimas das enchentes em PE.

Quarta – feira dia 31.05.2017
Ministério da Saúde autorizou a entrega de cerca de 12 toneladas de medicamentos e insumos para as vítimas das chuvas em Pernambuco. De acordo com o governo do estado, são 24 kits, que devem beneficiar 36 mil pessoas afetadas pelas enchentes e alagamentos dos últimos dias. A remessa está prevista para chegar na quinta-feira (1º).
Cada kit enviado tem capacidade para atender 1,5 mil pessoas por um mês e contém 48 itens, sendo 30 medicamentos, como antibióticos, analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios, analgésicos, corticoides e vermífugos. Há, ainda, 18 insumos, como esparadrapos com a Secretaria de Saúde do estado, a distribuição dos kits vai começar já na quinta-feira (1º), para os municípios de Água Preta, Amaraji, Barra de Guabiraba, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Cortês, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Maraial, Palmares, Primavera, seringas, luvas e hipoclorito de sódio.
De acordo, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém e Tamandaré.

Entenda o caso

Desde o final de semana, chuvas fortes atingem várias regiões do estado, provocando enchentes de rios e deslizamentos de barreiras. Cinco pessoas morreram, sendo duas no Recife, uma em Caruaru e duas em Lagoa dos Gatos. De acordo com dados do governo do estado, o número de desabrigados e desalojados já chega a 55,1 mil.
Na terça-feira (30), o governo do estado decretou emergência em 24 cidades pernambucanas. No domingo (28), o presidente da República, Michel Temer, veio ao Recife e autorizou o envio de ajuda humanitária. Ele ainda se comprometeu com a liberação de uma linha de crédito de R$ 600 milhões, junto ao BNDES, para obras no estado.
Solidariedade
Para ajudar as famílias que perderam praticamente tudo nas enchentes, diversas instituições e entidades realizam arrecadação de alimentos não perecíveis e objetos de higiene pessoal. Há pontos de coleta em vários municípios.
Entenda as fortes chuvas
No Nordeste, as chuvas ocorrem por causa de um fluxo de vento que vem do oceano carregado de ar úmido, formando nuvens carregadas na costa e na Zona da Mata. De acordo com o meteorologista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia, trata-se de um sistema chamado onda de leste, comum nesta região no outono e inverno.


Fonte: g1.com


Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.