Ministro interino da Cultura pede demissão.

Sexta - feira dia 16.06.2017
O Ministério da Cultura confirmou há pouco a saída do ministro interino João Batista de Andrade (PPS) do cargo. A pasta divulgou a carta enviada por Andrade ao presidente Michel Temer (PMDB) em que ele afirma não ter interesse em ser efetivado no cargo. Ele assumiu a pasta interinamente após a saída de Roberto Freire, que deixou o cargo com o desembarque do PPS do governo.
"Comunico a Vossa Excelência, respeitosamente, o meu desinteresse em ser efetivado como Ministro de Estado da Cultura posto que venho exercendo interinamente, e por determinação legal do regimento interno, por ser o atual Secretário-Executivo do Ministério da Cultura", afirmou Andrade na carta.
O ministro interino afirmou ter disposição em contribuir para a transição do comando do Ministério até a nomeação do próximo titular. "Confirmo a minha disposição para contribuir da forma mais proativa possível com a transição de gestão no Ministério da Cultura, até a nomeação do próximo Ministro de Estado da Cultura e seu respectivo Secretário-Executivo." Andrade estava à frente do ministério desde o último dia 18, quando Roberto Freire deixou a pasta. A bancada do partido na Câmara defende a renúncia de Temer.
O Planalto estaria disposto a tirar o Ministério da Cultura do controle do PPS como forma de retaliação.
Fonte: r7.com/politica


Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.