O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ficou maluco?

Sábado dia 17.06.2017
Depois de bradar aos quatro cantos que o correto é apoiar o Presidente Michel Temer a terminar o mandato em prol do Brasil, Fernando Henrique Cardoso muda o discurso pedindo a renúncia, contradizendo tudo o que vinha defendendo até então! Na quinta-feira (15), o ex-presidente do Brasil decidiu invadir a contramão de si próprio ao defender a realização de eleições presidenciais diretas e antecipadas.
Até outro dia, o ex-presidente e seu partido faziam pouco dos que defendiam essa ideia, a classificavam como um golpe, como imoral e sem nenhum respaldo jurídico na nossa Constituição. Mas, de um dia para o outro,  Fernando Henrique Cardoso  concluiu por conta própria que o governo perdeu sua legitimidade e que Temer não pode mais exercer o cargo de Presidente da República.
Fernando Henrique se esquece de explicar como que uma flagrante ilegalidade se transformou numa opção viável e legalista. Como é que uma afronta constitucional que claramente era um golpe inconstitucional da oposição, agora é aceitável? FHC passou a ignorar a si próprio e a Constituição que ele próprio ajudou a escrever e aprovar?
Se essa declaração de Fernando Henrique já não fosse suficientemente desequilibrada e perigosa, ela entra em rota de colisão frontal com o seu partido, o PSDB, que nesta semana tomou a decisão de apoiar e ficar no governo Temer. 
Aos 86 anos, se não ficou maluco, no mínimo tá armando alguma, pois um mandatário da velha política não age assim a troco de nada.  Fica a dúvida: Fernando Henrique Cardoso tá velho ou velhaco?

Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.