Temer determina que inauguração das casas de Barbalha seja na segunda.

Sábado dia 17.06.2017
O governador Camilo Santana sentiu hoje (16) na pele a perda de sua força política com o presidente Michel Temer. O Planalto mesmo com a correção pelo Abolição do convite para a entrega de 600 casas do programa Minha Casa, Minha Vida, enquadrou o Governo do Ceará.
Numa tentativa de consertar o equívoco de assumir uma obra do Governo Federal sem sequer citá-lo, o governador Camilo emitiu um novo convite fazendo a coisa certa: incluindo como responsáveis pela construção das casas, o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal, como também convidou a prefeitura de Barbalha, cujo titular Argemiro Sampaio é de oposição a Camilo.
Quando acreditava ter resolvido o conflito com o presidente Temer e agendado a festa de entrega para terça-feira, 20, às 10 h em Barbalha, o governador Camilo sofreu um novo revés: o Planalto antecipou para a segunda-feira, 19, a inauguração das 600 casas do programa Minha Casa, Minha Vida.
E o troco do Planalto veio no mesmo estilo de Camilo. O presidente Temer ficou indignado com a exclusão do seu Governo na inauguração que Camilo faria sozinho na terça-feira, como as casas entregues tivessem sido bancadas pelo Governo do Ceará. Temer mandou inaugurar e não faz questão da presença do Governador do Ceará.
Fonte: cearacnews7
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.