"Temer não tem condições de governar", afirma Lula.

Terça – feira dia 27.06.2017
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu, nesta terça-feira (27), que o presidente Michel Temer convoque eleições diretas e deixe o cargo em Brasília.
Em entrevista à Rádio Itatiaia, Lula afirmou que o peemedebista "não tem condições de governar". "O ideal seria que o próprio Temer convocasse novas eleições, ele não tem condições de governar. Agora eles sabem que fora da democracia não é possível construirmos o Brasil que a gente sonha", declarou. 
No entanto, Lula defendeu que "como qualquer outro ser humano", Temer tem que ter o direito de defesa respeitado e que o processo contra ele tenha respaldo jurídico.
Lula também afirmou acreditar que os brasileiros que fizeram coro ao impeachment de Dilma Rousseff se arrependem da saída da presidenta eleita. O ex-presidente associou a saída de Dilma à perda de prestígio internacional por parte do Brasil. 
"O Brasil tinha virado protagonista internacional e tudo isso está acabando por mediocridade, por um golpe insensato. Aqueles que foram pra rua derrubar a Dilma dizendo que o Brasil ia melhorar agora estão com vergonha. Não colocam mais a camisa verde e a amarela porque sabem que fizeram bobagem", avaliou o ex-presidente.
Lava Jato
O ex-presidente reiterou que foi um dos principais articuladores para o fortalecimento das instituições de fiscalização e combate à corrupção no país, mas criticou a operação Lava Jato. "Todo brasileiro em seu juízo perfeito é contra a corrupção. Mas todas as denúncias precisam ser provadas. A delação não pode ser avacalhada, é um instrumento sério. É preciso que ela seja materializada em provas", destacou. 
Na avaliação de Lula, a operação tem sido baseada na opinião pública e não nos autos do processo. "Na medida em que houve um pacto entre Polícia Federal, Ministério Público e imprensa, um ficou refém do outro".
Pesquisas
Lula comentou ainda o resultado da última pesquisa eleitoral, divulgada nesta segunda-feira (26) pelo instituto Datafolha. Na projeção, o ex-presidente lidera todas as simulações de primeiro turno, com 29% e 30%. "A impressão que eu tenho sobre a pesquisa é de que eles estão procurando um candidato para me enfrentar. Mas eleição e mineração a gente só conhece o resultado depois da apuração". 
Fonte: Jornal do Brasil

Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.