Prefeito Chico Cordeiro contesta matéria publicada neste Blog que destaca a situação critica do município de General Sampaio com relação ao numero de casos de Chikungunya.

Na tarde desta segunda-feira (24/07) o prefeito do município de General Sampaio Chico Cordeiro, através de uma ligação de celular para o editor Chefe deste informativo, contestou a matéria publicada por este Blog. A postagem afirma que a cidade de General Sampaio, está com a situação mais crítica no país, com 5.054,8 casos para cada 100 mil habitantes, 23,2 vezes o índice epidêmico da OMS.

A referida matéria tem como fonte o site de noticias de grande repercussão no estado do Ceará e Brasil “G1 Globo”.
Abaixo está o link do site onde qualquer pessoa poderá ver e comprovar o conteúdo da matéria.

O prefeito Chico Cordeiro contestou e está no seu direito, mas vale ressaltar que a matéria não foi oriunda deste Blog e sim do site "G1 Ceará", mas mesmo assim, faz valer o direito de resposta do município.


Veja abaixo a nota de esclarecimento da Secretaria de Saúde do Município de General Sampaio. 

NOTA DE ESCLARECIMENTO
A Secretaria da Saúde através da Coordenação de Vigilância Sanitária e Epidemiológica, vem por meio deste, esclarecer a população de General Sampaio, o que de fato ocorre no que diz respeito aos casos de chikungunya, dengue e zika-vírus no município.

Até o presente momento foram NOTIFICADOS 457 (casos suspeitos) de chikungunya, 14 de dengue e 4 de zika-Vírus. Dos casos notificados NENHUM deu resultado positivo para Dengue e Zica Vírus. Já no que diz respeito à confirmação de chikungunya, foram 111 casos. Dos casos de chikungunya apenas 11 foram confirmados por exames laboratoriais, os demais (100 casos) foram encerrados baseados no histórico clínico epidemiológico do paciente, esses não necessitam de exame laboratorial. Diante dessa confirmação laboratorial e a ausência dos sintomáticos para a coleta de sangue, foi que se deu o encerramento dos demais casos através do perfil clínico epidemiológico do paciente.

Para que não sabe o COEFICIENTE DE INCIDÊNCIA é calculado em cima de uma variante na ordem de 100 mil habitantes (número de casos notificados ou confirmados x 100 mil habitantes e dividido pelo total da população do município). Quanto MENOR O MUNICÍPIO, MAIOR O COEFICIENTE DE INCIDÊNCIA a depender do número de notificação. Diante disso e dos dados acima descritos, vale ressaltar que as informações vinculadas em algumas redes sociais e outros meios de comunicação referindo que o município apresenta mais de 5 mil casos de chikungunya, é ERRONEAMENTE INTERPRETADA.

A Coordenação de Vigilância Sanitária e Epidemiológica parabeniza os profissionais da saúde por estarem atentos aos sintomas dos pacientes, bem como a REALIZAÇÃO DE NOTIFICAÇÃO de forma oportuna. Acrescenta-se que NENHUM CASO EVOLUIU COM COMPLICAÇÕES, ou para formas graves das doenças o que mostra eficiência no tratamento dos sintomáticos.
Salientamos que o município preza pela informação real de dados, NÃO REALIZANDO SUB-NOTIFICAÇÃO (OMISSÃO) DE CASOS. E deixa claro que medidas de promoção e prevenção estão sendo realizadas dia a dia. Pede também que a população se sensibilize e atue junto aos agentes de endemias e de saúde no combate do mosquito Aedes Aegypti.
Desde já agradecemos
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.