Índio é agredido e tem o corpo parcialmente queimado em Maranguape


Um índio de 45 anos, identificado como Maurício Alves Feitosa, foi atacado na madrugada deste domingo (27), enquanto dormia em uma vacaria localizada na comunidade Pitaguary, em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza.

De acordo com informações, dois homens seriam os responsáveis pelo ataque. O caso está sob investigação da Polícia Federal (PF) e, até o momento, os suspeitos da ação continuam foragidos.

Agentes federais estivaram no local ainda neste domingo, quando iniciaram a coleta por informações que pudessem levar até os responsáveis pelo ataque. Integrantes da aldeia acreditam que o atentado possa ter ligação com a disputa pela liderança da comunidade indígena.

Segundo informações, a irmã da vítima, Maria da Conceição Alves Feitosa, é uma das líderes da aldeia.

Maurício Alves foi socorrido ao Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza, onde segue internado. Ele sofreu queimaduras de 3º grau nos braços e pernas.
Fonte: Cnews
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.