Na estreia do Técnico Zago, Fortaleza empata com o CSA e segue buscando classificação


Antônio Carlos Zago teve uma estreia longe da ideal no Fortaleza. Apesar de não ter perdido, o novo comandante leonino viu o time ficar apenas no empate em 1 a 1 contra o CSA, na noite deste domingo, 27, no Castelão. Pelo cenário do jogo, o resultado não foi catastrófico, mas no contexto de briga pela classificação ao mata-mata da Série C do Brasileiro, pouco contribuiu.

O placar de igualdade, por sinal, só não teve piores consequências graças aos outros jogos da rodada. Dos concorrentes diretos, só o Cuiabá venceu. Mesmo assim, restando apenas dois jogos, o Fortaleza vê como real a chance de deixar o G-4 na próxima rodada.

O Tricolor voltará a campo no próximo domingo, 3, às 19 horas, fora de casa, para enfrentar o Confiança-SE, que vem embalado por duas vitórias seguidas. Confronto difícil que, para sair vencedor, Zago terá que corrigir muitos erros.

O JOGO

A primeira impressão do comandante não foi das melhores. O que se viu no Castelão foi um time desorganizado e sem padrão de jogo, com pouca inspiração e criatividade ofensiva.

Desde terça-feira, quando foi apresentado, Zago teve pouco tempo para trabalhar e ficou claro que não conseguiu implementar algumas de suas filosofias, como um time intenso e que procura sempre o gol. O Fortaleza teve muito mais posse de bola, mas não converteu essa superioridade em oportunidades de gol. O primeiro tempo terminou sem nenhuma chance perigosa.

Logo na volta do intervalo, foi o CSA foi quem saiu na frente. No primeiro minuto, Michel recebeu lançamento em profundidade e tocou na saída de Marcelo Boeck.

A partir daí foi que o time da casa se mandou de toda maneira para o ataque, mas sem organização. Muito mais na base do abafa, tentando encaixar ao menos uma jogada, que veio após boa trama de Leandro Lima.

O camisa 20, que ficou sendo o responsável pela criação depois de ter entrado no lugar de Adenílson, deu grande passe para Hiago, que saiu cara a cara com Mota e tocou de pé esquerdo para deixar tudo igual.

Na base da bola aérea, o Fortaleza ainda tentou pressionar o CSA, mas sem sucesso.
Fonte: Jornal O Povo Online
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.