Malas em apartamento de Geddel tinham R$ 51 milhões


O dinheiro será depositado numa conta judicial. O valor foi apreendido pelos agentes na Operação Tesouro Perdido, um desdobramento da Cui Bonno. Geddel Vieira Lima cumpre prisão em regime domiciliar na capital baiana e sem tornozeleira eletrônica. Ele foi vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2013, durante o governo Dilma Rousseff. Na gestão Temer, Geddel foi ministro da Secretaria de Governo.
Fonte: CBN
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.