CCJ discute parecer que nega autorização para processar Temer

Temer e os ministros foram acusados pela Procuradoria-Geral da República de participar de um suposto esquema com objetivo de obter vantagens indevidas em órgãos da administração pública. Em nota, o Palácio do Planalto nega as acusações. Trata-se da segunda denúncia contra Temer.

Caberá à CCJ votar o parecer elaborado pelo relator, deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), pela rejeição da denúncia. Independentemente do resultado na comissão, o Plenário deverá decidir se autoriza ou não a abertura de processo no Supremo Tribunal Federal contra Temer, como determina a Constituição. Temer precisará de 172 votos. 

Na primeira denúncia, a CCJ aprovou relatório contrário à aceitação da denúncia por corrupção passiva contra o presidente. Por 41 votos a 24, o colegiado garantiu uma primeira vitória a Temer no Congresso.  
Fonte: Estadão 
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.