Clássico-Rei termina em 1 a 1 e Ceará tem vantagem para jogo de volta

Após mais de seis meses sem um encontro, Fortaleza e Ceará voltaram a se enfrentar na noite de ontem, no Castelão, pelas quartas de final da Taça Fares Lopes. Em partida movimentada, os times empataram por 1 a 1, com gols marcados no segundo tempo por Felipe Menezes e Ronny.

Apenas 4.768 pagantes compareceram ao Castelão. E quem foi não deve ter se decepcionado, tendo em vista o bom futebol apresentado pelas duas equipes. Do lado alvinegro, Felipe Menezes mais uma vez agarrou a oportunidade de jogar a Taça Fares Lopes. 

O meia vestiu a camisa 10 e armou as jogadas do Ceará. O bom desempenho acabou em gol, após triangulação com Magno Alves e Arthur. Do lado tricolor, quem se destacou também vestia a 10: Ronny. Suspenso na Série C, ele “desceu” para o time da Fares Lopes e conduziu os principais ataques leoninos, com passes para os atacantes e chutes de fora da área. Foi dele, cobrando pênalti após ser derrubado por Lelê na área, o gol do empate. 

Para o jogo de volta, dia 11, a vantagem de jogar por qualquer empate é do Ceará, por ter melhor campanha. Já o Fortaleza precisa vencer para seguir no torneio que vale vaga na Copa do Brasil. DEFINIÇÃO 

Até o jogo de volta as equipes têm quase uma semana para ajustar os erros. Com a pausa na Série B, o Ceará deve voltar a utilizar atletas que vêm sendo relacionados para o certame nacional. Já o Tricolor, dependendo da segunda partida da semifinal diante do Sampaio Corrêa na Série C, amanhã, pode vir até com força máxima. "Levamos o gol de empate, mas no fim das contas, a gente leva a vantagem para o segundo jogo para tentar a classificação", disse Felipe Menezes após o jogo. 

"Fazia tempo que não jogava 90 minutos. A gente foi melhor que o Ceará. Agora é descansar e trabalhar durante a semana para a próxima partida. Jogar um clássico tem uma motivação a mais, a gente tira força de onde não tem", comentou Ronny.

TAÇA FARES LOPES 

FORTALEZA 
TÉCNICO:  DANIEL FRASSON 
4-3-3: Max Wallef; Eduardo (Jonathas), Guilherme, Del’Amore, Danilo; Aldo, Jefferson e Ronny; Vinícius Baiano (Weverton), Lúcio Flávio e Gabriel Pereira (Romarinho)

CEARÁ 
TÉCNICO: DANIEL AZAMBUJA
4-3-3: Fernando Henrique; Pio (Cametá), Tiago Alves, Valdo, Rafael Carioca; João Marcos, Jackson Caucaia, Felipe Menezes; Cafu (Arthur), Magno Alves e Lelê (Felipe Jonatha) Gols: 27min/2T - Após troca de passes entre Magno Alves, Arthur e Felipe Menezes, a jogada termina com finalização para o fundo das redes do meia armador. 34min/2T - Ronny foi derrubado por Lelê dentro da área e árbitro marcou a penalidade. O próprio Ronny bateu e empatou a partida Local: Castelão Data: 5/10/2017 Árbitro: Avelar Rodrigo Assistentes: Mardônio Ribeiro e Renan Aguiar Público: 4.768 pagantes (394 não pagantes) Renda: R$ 43.266,00  
Fonte: O Povo Online
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.