Ceni mira título cearense e minimiza limitações financeiras do Leão

Com a sala de imprensa do Castelão lotada de profissionais de todo o Brasil, Rogério Ceni foi apresentado oficialmente como técnico do Fortaleza, ontem à tarde. Em quase 50 minutos de sabatina, o ex-goleiro mostrou-se consciente da realidade do clube.

“O meu desejo é concluir o trabalho de um ano aqui no Fortaleza e fazer o melhor possível. Brigar pelo título do Cearense primeiro, e depois, através da montagem desse time em conjunto, diante da disponibilidade que o Fortaleza tem e das ideias que nós temos, preparar o time pra fazer uma grande Série B”.

Tendo jogado quase toda a carreira no São Paulo, equipe conhecida nacionalmente pela grande estrutura que possui, e acostumado a atuar com peças de alto padrão salarial, Ceni minimizou o fato de trabalhar agora em condições diferentes.

“Aqui temos, logicamente, um orçamento menor, mas nós vamos trabalhar com isso, tentando observar jogadores, trazer quem queira vestir de fato a camisa do Fortaleza, assim como eu visto hoje”, disse. A afirmação lembrou a frase de Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, na coletiva de anúncio do ídolo são-paulino. “Na dúvida, o atleta vem (para cá) por causa do Rogério”.

SEDE DE TÍTULO

Ao lembrar que já dormiu debaixo de uma arquibancada, para falar da dedicação com que encara seu trabalho, Ceni garantiu: “Eu vim pra ganhar. Ganhar jogo após jogo”. Mais que isso, quer títulos e já mira o Estadual. “É um clube que me propicia a chance de no primeiro semestre ser campeão. Esse é o principal ponto que vim para cá”.

No entanto, Ceni, que estava sem clube desde junho — quando foi demitido do São Paulo —, rejeita a ideia de que o Fortaleza é um trampolim para sua carreira. “Venho pra tentar deixar a minha contribuição, mas se trouxer benefícios futuros pra mim, automaticamente terá trazido para o clube também”.
Fonte: O Povo Online
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.