Bica do Ipu volta a jorrar água na Serra da Ipiapaba no Ceará (Veja o vídeo)

Choveu 73 mm no Ipu em 24 horas, segundo a Funceme, o maior volume entre os 27 municípios onde foram registradas precipitações.

Bica do Ipu, um dos símbolos do Ceará e que estava seca, voltou a jorrar nesta sexta-feira (26), após a chuva registrada no município. Há três meses não jorrava água da cachoeira, também chamada de "Véu de Noiva".
A bica do Ipu é uma queda d'água de 130 metros de altura do Riacho Ipuçaba, que despenca da Serra da Ibiapaba, na divisa com o Piauí. O registro da queda d'água na cachoeira foi feito na tarde desta sexta-feira por Cristian Melo, morador da cidade.
De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), choveu 73 milímetros na região de Ipu nas últimas 24 horas, o maior volume entre os 27 municípios onde houve registro de precipitações. Segundo a Funceme, último fim de semana do mês de janeiro deve ser de nebulosidade variável com chuvas em todas as regiões do Ceará.
Em tupi, Ipu significa água que cai do alto, expressão que deu nome ao município. A bica do Ipu é contemplada nas páginas do romancista cearense José de Alencar, que relata os banhos de Iracema, a "virgem dos lábios de mel", em suas águas.

Prognóstico
Para o trimestre de fevereiro a abril, há 40% de probabilidade de chuvas acima da média. Sendo este o prognóstico mais positivo para o período desde 2008. Porém, ainda há chances de precipitações 35% dentro da normalidade e 25% abaixo dela. Na primeira quinzena de fevereiro, a Funceme divulgará o prognóstico para os período de março a maio.
Fonte: g1.globo.com




Estas imagens são da tarde de sexta-feira (26/01/2018)
Enviada pelo radialista Diassis Lira.
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.