O juiz Sergio Moro foi eleito na quarta-feira (7) a Pessoa do Ano pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

O juiz federal Sergio Moro foi eleito nesta quarta-feira (7) a Pessoa do Ano pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. O nome do magistrado, que ficou famoso pela Operação Lava Jato, já havia circulado nos últimos dias como o possível homenageado do órgão com sede em Nova York, mas só foi confirmado no fim de tarde desta quarta.

Em seu comunicado oficial, divulgado semanas depois da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a entidade destacou a atuação de Moro no caso do mensalão (ele foi assistente da ministra do STF Rosa Weber na ocasião) e sua liderança na Operação Lava Jato, lembrando que há dois anos ele fora escolhido uma das personalidades de 2016 pela revista “Time” e ainda esteve na lista da “Fortune” de grandes líderes mundiais.

Michael Bloomberg, ex-prefeito de Nova York e dono de uma das maiores fortunas dos Estados Unidos, que esteve há pouco em São Paulo visitando o prefeito tucano João Doria, foi o americano anunciado pela Câmara de Comércio como seu homem do ano.

Doria, aliás, venceu o mesmo prêmio no ano passado. Em anos anteriores, Fernando Henrique Cardoso e Bill Clinton também foram agraciados com o mesmo prêmio.

Há 48 anos, um brasileiro e um americano são escolhidos para o prêmio entregue num jantar no Museu de História Natural em Manhattan. A cerimônia deste ano, financiada com a venda de mesas a patrocinadores, está marcada para meados de maio.
Fonte: www.gazetadopovo.com.br
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.