Tribunal de Justiça debate nesta 5ª criação da Vara do Crime Organizado.

O Tribunal de Justiça do Ceará abre, nesta quinta-feira, 1, o debate sobre a criação da vara especializada para julgar os casos do crime organizado. A maioria dos desembargadores é a favor da criação da vara, que surge como uma das iniciativas para agilizar o julgamento dos processos de autores de delitos e ligações com as facções criminosas. Após ser aprovada pelo plenário do Tribunal de Justiça, a criação da vara especializada será apreciada pelos deputados estaduais.

O projeto da vara especializada surgiu em meio ao debate deflagrado após a chacina com 14 mortos, no último sábado, no Bairro Cajazeiras, em Fortaleza, e dos 10 assassinatos, na segunda-feira, em um conflito entre detentos da Cadeia Pública do Município de Itapajé. Os dois casos, segundo investigações da Secretaria de Segurança Pública, estão relacionados com a guerra de facções e o tráfico de drogas.

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Gladyson Pontes, tem acompanhado o governador Camilo Santana nas discussões sobre as medidas que estão sendo adotadas para o combate ao crime organizado. Gladyson e Camilo participaram, na última terça-feira, em Brasília, de uma audiência com o presidente Michel Temer.

O encontro, intermediado pelo presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, abriu as portas para o Governo Federal atuar com o Governo do Estado nas ações para conter o avanço do crime organizado no Ceará.
Fonte: www.cearaagora.com.br
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.