Trio suspeito de ataques a bancos são presos com fuzis e explosivos no Ceará


Três homens suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em ataques a bancos foram presos durante uma operação da Polícia Militar nesta quinta-feira (15) no município de Quixadá, interior do Ceará. Com o trio, a polícia apreendeu três fuzis, coletes à prova de balas e explosivos.

Policiais do Comando Tático Rural (Cotar) e do Batalhão de Choque (BPChoque) realizavam por suspeitos de cometerem ataques a instituições financeiras no interior do estado. Durante a ação, um dos suspeitos foi localizado em uma casa com um revólver calibre 38.

Logo depois da prisão, os policiais seguiram até outro endereço e conseguiram prender outro suspeito de envolvimento com a quadrilha. O terceiro envolvido foi preso no Bairro Campo Velho com um carro.

O trio indicou o local onde estariam escondidas as armas usadas pela quadrilha em ataques criminosos. No local, que funcionava como depósito de ferramentas, os policiais militares encontraram dois fuzis calibre 556 e outro calibre 762. Além disso, os agentes apreenderam coletes à prova de balas, uma quantidade de explosivos e detonadores.

Além dos três presos, um quarto integrante do bando morreu em confronto com a polícia na cidade de Banabuiú. O suspeito já respondia a três homicídios. Os agentes apreenderam uma pistola e munição.

O trio preso foi levado para a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), em Fortaleza. Os suspeitos foram autuados por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e organização criminosa.

Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.