Michel Temer na corda bamba deve enfrentar a terceira denúncia de corrupção

Pessoas próximas do presidente da República foram presas, ontem, suspeitas de envolvimento em irregularidades ligadas ao setor portuário.

O presidente Michel Temer estava confiante de que sua candidatura ao Planalto em outubro vingaria, mas, talvez, nem consiga concluir o atual mandato. O motivo é que ontem (29) pessoas próximas a ele foram presas sob suspeita de envolvimento em irregularidades ligadas ao setor portuário.
Caso elas façam delação para se safar e citem Temer, o presidente deve enfrentar a terceira denúncia de corrupção pelo Ministério Público. Para articulistas políticas, nesse cenário, parlamentares fiéis a Michel não apostam na repetição das votações que salvaram seu mandato duas vezes no ano passado.
As relações de Temer com o Congresso vêm se debilitando, como bem lembra O Globo desta sexta-feira (30). Especialmente depois que o presidente lançou-se candidato à própria sucessão — con índice de rejeição altíssimo.
Em tempo
Ontem, Temer esteve em Vitória, no Espírito Santo, para inaugurar o novo aeroporto da cidade. O presidente não saiu do saguão. Se tivesse feito isso, veria protesto contra ele.
É bom lembrar que as obras do aereporto de Vitória ficaram anos embargadas por suspeitas de corrupção, desvendadas nos episodios da Odebrecht na Lava Jato.
Fonte: cearanews7.com
Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.