Nove açudes no Ceará atingem 100% da capacidade

No município de Maranguape, o açude Maranguapinho sangrou no início desta semana e integra lista de nove açudes no Ceará que atingiram 100% da capacidade. O Maranguapinho tem capacidade de 9 hectômetros cúbicos (hm³).

Segundo dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), nove açudes sangram neste período, após chuvas acumuladas em dez dias. São os açudes de Acaraú Mirim (em Massapê), Caldeirões (Saboeiro), Itaúna (Granja), Tucunduba (Senador Sá), Cocó (Fortaleza), Germinal (Palmácia), Tijuquinha (Baturité) e Colina (Quiterianópolis).

Dos nove açudes sangrando, os de Itaúna e Tucunduba são os de maior capacidade, ambos na bacia de Coreaú, com 72,58hm³ e 41,43hm³, respectivamente. O primeiro dos nove a sangrar este ano foi o de Caldeirões, com 1,13hm³ – segundo menor número da lista.

De acordo com a assessoria da Cogerh, esses são os açudes que "historicamente" têm perspectiva de sangramento durante este período, destacando que o açude de Cocó, em Fortaleza, geralmente sangra por se tratar de uma barragem de contenção de enchente.

Outros dois açudes, o de São Vicente, em Santana do Acaraú, e a Barragem do Batalhão, em Crateús, estão com volume acima de 90%. A Barragem, em particular, está com 97,74%.

Contudo, a Cogerh ainda contabiliza 111 açudes no Estado com volume inferior a 30%. O maior deles, o Castanhão (6.700hm³), no município de Alto Santo, está com 3,81% da capacidade. O açude de Araras, na cidade de Varjota, conta com 8% dos 859hm³ preenchidos.
Redação O POVO Online 

Rogilson Brandão

Rogilson Brandão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.